Newsletter
Notícias

Marcopolo confirma homologação da SPTrans para ônibus midi Torino

03/10/2017

ADAMO BAZANI

A Marcopolo divulgou nesta terça-feira, 3 de outubro de 2017, que foi confirmada pela SPTrans – São Paulo Transporte, gerenciadora do sistema de ônibus da capital paulista, a homologação para comercialização definitiva do ônibus modelo Torino do tipo midi, veículo curto e menor que os ônibus convencionais, indicado principalmente para serviços alimentadores.

Com a aprovação do padrão SPTrans no midi da marca, a Marcopolo quer ampliar sua participação no segmento de urbanos na capital paulista, que hoje é muito pequena. O alvo é o subsistema local composto por linhas entre bairros e alimentadoras, operadas por empresas que surgiram a partir de cooperativas de transportes a partir de 2014.

Além de o modelo ser indicado para serviços destas regiões, a meta da Marcopolo no subsistema local se dá pela maior independência dos operadores em relação ao grupo Ruas, o maior proprietário da Caio, outra encarroçadora de ônibus, e que hoje atua em maior parte do subsistema estrutural, responsável pelas linhas maiores com ônibus de porte grande e que vão até a região central da cidade.

O anúncio ocorre às vésperas do lançamento do edital de licitação do sistema que deve ocorrer até o final deste ano ou no início de 2018.

Vários detalhes ainda precisam ser resolvidos para a publicação do edital, como uma nova frota de ônibus não poluentes, mas uma coisa é certa: os atuais empresários da cidade, em sua maioria, devem permanecer no sistema.

Durante lançamento do modelo Torino S, uma simplificação do atual Torino que continua sendo produzido, o gerente de operações comerciais da Marcopolo, Paulo Corso, disse ao Diário do Transporte, que a estimativa é de vender em torno de 100 unidades do modelo somente neste ano e no início do ano que vem. Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2017/05/11/marcoplo-lanca-torino-s-com-enfase-na-manutencao-e-operacao/

A empresa A2 Transportes, que surgiu da Cooper-Líder e opera em parte da Zona Sul de São Paulo, foi uma das primeiras a comprar o modelo.

Em nota, a Marcopolo relata algumas características do veículo curto, que tem ar-condicionado, vidros colados, 9,6 metros de comprimento e capacidade para 53 passageiros entre sentados e em pé.

Com 9.600 mm de comprimento total, o Torino padrão SPTrans proporciona melhor equilíbrio operacional com relação à quantidade de passageiros transportados, e é um veículo ágil para aplicações em centros urbanos e em terrenos acidentados. O modelo conta com vidros colados, dispositivo para evitar a abertura da ventarola, tomadas para o carregamento de equipamentos eletrônicos em todas as poltronas e iluminação interna e externa em LED. Tem ainda um novo sistema de ar-condicionado, desenvolvido especialmente, que consiste em dutos de ar que propiciam equilíbrio térmico em todo o seu interior, inclusive para o motorista.

Com capacidade para transportar 53 passageiros, o Torino possui espaço reservado para cadeirantes, sistema de bloqueio qu impede o deslocamento do veículo com as portas abertas, preparação para inclusão de elevador para cadeirantes e preparação para receber painéis eletrônicos, microcâmeras, rastreador e sistema de áudio para música ambiente.

Na mesma nota, o consultor de operações comerciais da Marcopolo, Leandro Sodré, confirma o que o Diário do Transporte já havia apurado anteriormente: a intenção da empresa em ampliar o mercado no sistema SPTrans.

“O processo de homologação é bastante longo, com muitos detalhes e o padrão SPTrans representa um dos mais rígidos e importantes do Brasil. A cidade tem a maior frota do País, com cerca de 15 mil unidades, e esta homologação abre muitas oportunidades de negócio. Além do Torino, temos também o modelo de micro-ônibus Senior homologado”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes