Newsletter
Notícias

CENTRO-SUL: O pioneirismo das cooperativas agropecuárias na formação contínua de conselheiros

04/03/2020

Mais de 30 lideranças das cooperativas agropecuárias do Centro-Sul, Coopagrícola, Cooperante, Coamig, Camp e Unicastro, concluíram, no último dia 21 de fevereiro, o primeiro Programa Avançado de Formação de Conselheiros em Cooperativas do Paraná, na cidade da anfitriã, Coopagricola, em Ponta Grossa.  O programa foi conduzido pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Sistema Ocepar, fruto de uma demanda de formação contínua importante para os atuais e futuros conselheiros das cooperativas paranaenses.

O programa foi desenhado em cinco módulos de 8 horas, com um teste de partida que mapeia o perfil do participante com relação à sua atuação no Conselho.  A partir deste mapeamento, da análise estratégica das cooperativas paranaenses e de uma pesquisa da necessidade de formação de conselheiros conduzida, os professores do Departamento de Administração da UFPR customizaram o programa junto com os profissionais do Sescoop/PR. 

O resultado foi o Programa Avançado de Formação de Conselheiros, cuja proposta é discutir, a partir de uma metodologia ativa de aprendizagem e da contemporaneidade dos conteúdos, os seguintes temas: a Liderança e a Influência do Conselho na Cooperativa, Riscos Estratégicos da Cooperativa e da atuação do Conselho, Processo Decisório e sua Dinâmica no Conselho, Governança Cooperativa Contemporânea e Compliance, e Redes Intercooperativas e Cooperativa de Plataforma. “O curso foi formatado pelos professores do departamento de Administração da UFPR em conjunto com os profissionais do Sescoop/PR e estabeleceu como objetivo avançar na formação dos conselheiros por meio de uma discussão contemporânea sobre governança e estratégia em um ambiente de negócios dinâmico e mutável”, ressalta o professor Tomas Sparano Martins, responsável pela condução do curso pela Universidade.

“Além de formarem a primeira turma do Programa, as cooperativas Coopagrícola, Cooperante, Coamig, Camp e Unicastro foram pioneiras em estabelecer um modelo de aprendizagem intercooperativa proporcionada pela discussão integrada dos temas e do compartilhamento de informação e conhecimento sobre seu dia a dia,  sobre a dinâmica de seus conselhos, estratégias e planos, bem como suas necessidades gerenciais de curto prazo”, lembrou Martins.  A partir dessas discussões, os futuros e atuais conselheiros ampliaram seu aprendizado e saem mais preparados para desempenharem seus papéis e contribuírem com suas cooperativas e o cooperativismo paranaense.

Ocepar