Newsletter
Notícias

Cooperativas de crédito iniciam o pré-cadastro das chaves do PIX

17/09/2020

O Banco Central apresentou uma nova tecnologia para pagamentos e transferências, é o PIX. Ele deve substituir os já conhecidos DOC e TED e com a vantagem de funcionar em qualquer horário ou dia.

O PIX começará a funcionar em novembro com o objetivo de facilitar transferências, pagamentos de contas. O processo será realizado em segundos. O PIX para pessoas físicas será gratuito, seja para transferência, pagamentos, receber.

Quem receberá um pagamento ou transferência será necessário informar uma das chaves que foi cadastrada na instituição financeira ou mostrar um QR Code. Quem for pagar bastará acessar o aplicativo do banco e fazer o pagamento.

O que são as chaves? Com a chave não será mais necessário, por exemplo, na transferência bancária, informar agência, número da conta e CPF para realizar todo o processo. Basta ter a chave, que pode ser o CPF, e-mail ou o número de telefone.

As instituições financeiras já estão correndo para realizar um pré-cadastro dessas chaves. Cooperativas de crédito já estão realizando esse cadastro das chaves. Sicoob, Sicredi, Cresol e Ailos já estão realizando o pré-cadastro de chaves.

Uma nova forma de movimentar dinheiro

A praticidade é o ponto principal do PIX. Transações instantâneas e sem a necessidade de várias informações é para revolucionar todo o sistema financeiro brasileiro, mas também entra a questão de segurança. Será seguro? Para isso o Banco Central utilizará as mais modernas tecnologias de segurança.

O diretor executivo de Produtos e Negócios do Banco Cooperativo Sicredi, Cidmar Stoffel, destaca a segurança e a praticidade do PIX.

"Segurança e praticidade são duas questões de extrema importância para nós e essa nova solução do Banco Central tem total sinergia com a estratégia do Sicredi, onde buscamos proporcionar cada vez mais experiências digitais para os nossos associados e, ao mesmo tempo, promover a inclusão financeira."

O PIX vem para revolucionar o sistema bancário brasileiro e com isso incluir um maior número de pessoas que não são bancarizados.

"O Pix vai romper barreiras e possibilitar a inclusão de um maior número de pessoas no sistema financeiro, integrando o pagador e o recebedor, sem intermediários, com custos menores para todos", afirma Marcos Vinicius Viana Borges, diretor executivo de Operações do Centro Cooperativo Sicoob.

Fique atento e cadastre as chaves na sua instituição financeira.

Redação EasyCOOP