Newsletter
Notícias

ACI tem novo diretor-geral

19/01/2018

Entre 18 e 19 de janeiro deste ano, foi realizado em Bruxelas sessão extraordinária do Conselho de Administração da Aliança Cooperativa Internacional (ACI), a primeira que é presidida pelo novo presidente Ariel Guarco.

O inicio da sessão, Guarco convidou os membros compartilhar um trabalho colaborativo baseado na confiança, que permite defender e representar um universo de membros diversos e muito amplo. Afirmou que venha quatro anos de intenso trabalho, com a oportunidade de contribuir para o desenvolvimento deste movimento baseado em valores que colocam a ACI na altura dos desafios globais.

Uma das decisões relevantes na primeira reunião do novo Conselho eleito, foi a designação do novo diretor-geral da organização no nível mundial, decisão que recaiu em Bruno Roelants que assumirá o cargo nas próximas semanas, substituindo Charles Gould, que no ano passado havia anunciado sua decisão de deixar o cargo.

Atualmente, Roelants desempenha como secretário-geral da CICOPA, a organização setorial da Aliança para as cooperativas industriais e de serviços, cargo que ocupa desde 2002. Durante a sua gestão, a associação da organização cresceu significativamente: em 2002 eram 18 países membros na CICOPA, e hoje são 32. Roelants será o 16º diretor-geral da ACI, desde sua fundação em 1895. Roelants tem mais de 30 anos de experiência no movimento cooperativo.

Referendando a escolha do novo diretor-geral, Ariel Guarco disse: “estamos muito felizes por ter conseguido um consenso para a designação que teve que ser feita a partir de candidatos de muito alto nível. Estamos convencidos de que Bruno Roelants é uma pessoa altamente capacitada com uma ampla experiência no movimento cooperativo que permitirá desempenhar um excelente papel”.

Ao aceitar a sua designação Roelantes disse: “Me sinto muito honrado por esta designação e me comprometo a fazer meu melhor esforça para servir ao Conselho e ao movimento cooperativo. É uma grande honra para mim, mas, sobre suto, estou cheio de entusiasmo para assumir esta nova posição. Necessitarei do apoio de todos os membros que compõem a ACI, porque, como acontece na mais pequena cooperativa, sem uma cooperação genuína, não iremos a lugar nenhum.”

O comitê de seleção tomou a decisão sobre o novo diretor-geral a partir de uma lista de postulantes altamente qualificados, composta homens e mulheres de todas as regiões que compõem a ACI.

Redação EasyCOOP com informações da Cooperativas das Américas