Newsletter
Notícias

Câmara promove audiência pública para debater o fortalecimento da Economia Solidária

18/07/2018

A Economia Solidária se constituiu em uma importante estratégia econômica e social para diversos empreendimentos, famílias e pessoas, especialmente para driblar o quadro econômico precário do Estado. Para debater o tema, a Câmara Municipal promoveu, na noite de segunda-feira (16.07), uma Audiência Pública com a presença de diversos representantes dos segmentos que estão engajados nesse filão. A sessão foi presidida pelo vereador Luisinho Sorriso (PSB).

Além do debate sobre temas referentes à Economia Solidária, a organização preparou um desfile para apresentar a produção de roupas e jalecos de empreendedores locais. Também foram entregues moções congratulatórias para diversos profissionais que participam do movimento. O deputado estadual Waldeck Carneiro (PT) fez a entrega “post-mortem” do título de Benemérito do Estado do Rio de Janeiro para a Maria Rabello da Silva, importante personalidade que atuava em prol da organização e defesa da Economia Solidária em Petrópolis, falecida em agosto do ano passado.

O debate apresentou algumas demandas, como o pedido de mais barracas para os artesãos, recursos de emendas parlamentares destinadas para formação de novos profissionais e a constituição de um Centro de Referência em Economia Solidária.

O evento contou com a presença do deputado estadual Renato Cozzolino (PR) e dos vereadores Professor Leandro Azevedo (PSD) e Marcelo da Silveira (PSB).

“A Economia Solidária é inovadora para a geração de trabalho e na inclusão social. Isso é possível por intermédio dos que produzem suas mercadorias, que vendem, que trocam e que compram. Trata-se de uma alternativa de produção humana que pressupõe a autogestão, a cooperação, o respeito aos limites de cada envolvido, o sentimento de democracia, de valorização da natureza, de um comércio justo e consumo solidário”, atesta o vereador Luisinho Sorriso.

O deputado Waldeck Carneiro, que preside na Alerj a Frente Parlamentar em Defesa da Economia Solidária, afirmou que “estamos realizando essa audiência em um momento complexo do Estado e do país. Nessas horas temos que ter a capacidade de nos reinventarmos, criar soluções e horizontes novos que possam garantir as pessoas os direitos, dignidade e cidadania. Tenho certeza que a Economia Solidária tem um enorme potencial para representar um eixo transversal de desenvolvimento”.     

O deputado estadual Renato Cozzolino parabenizou o trabalho que é realizado em Petrópolis e disse que “o meu gabinete estará sempre à disposição para atender as necessidades dos envolvidos com o projeto”.

O vereador Professor Leandro Azevedo destacou a importância da militância que trabalha em prol da Economia Solidária. “É um momento de alegria poder estar participando deste evento e lutar junto com esses trabalhadores e artistas que defendem essa causa que gera frutos para muitas pessoas”.

O vereador Marcelo da Silveira pontuou que “a Economia Solidária precisa de muito mais. O problema da acessibilidade também deve estar inserido no contexto para melhorar a vida de muitos artesãos e trabalhadores que, por conta de sua deficiência, tem mais dificuldade em apresentar seus trabalhos. Estarei na luta em defesa desse movimento”.

Para o presidente da comissão de Economia Solidária, Marcelo Xavier, a “importância dos militantes na impulsão e avanço do trabalho realizado no município é notória. A realização deste fórum nos faz acreditar cada dia mais nessa causa e nos lembra que não estamos sozinhos nessa caminhada”.

Diário de Petrópolis