Newsletter
Notícias

Unicred Porto Alegre lança crédito estudantil

09/03/2020

A Unicred Porto Alegre está lançando uma linha de crédito estudantil semestral para alunos matriculados nos cursos de graduação de Medicina. Os estudantes associados à entidade poderão solicitar o financiamento que vai de R$ 1 mil a R$ 100 mil, com as menores taxas do mercado, independente do semestre que estejam cursando.

O Crédito Estudantil Uni, como o produto foi chamado, é atrativo pois está alinhado aos princípios cooperativistas norteadores da Unicred Porto Alegre, visando possibilitar maior acesso à educação, formação e informação, pilares do cooperativismo. O exercício de taxas atrativas para os estudantes acontece pois, diferentemente de instituições bancárias tradicionais, a Unicred Porto Alegre não visa o lucro, e sim a prosperidade e crescimento dos seus associados.

A contratação do Crédito Estudantil Uni acontecerá semestralmente pelo estudante. Cada semestre financiado terá seu pagamento dividido em 12 parcelas, ou seja, o aluno terá o dobro do tempo para realizar o pagamento do semestre, e dessa forma, caso contrate o crédito no início da sua jornada acadêmica, terá o dobro do tempo para efetuar o pagamento dos seus estudos de uma forma total. Após a contratação do primeiro semestre os próximos financiados terão sempre a carência necessária para que em nenhum momento as parcelas de um semestre se acumulem com as parcelas de outro. Os alunos poderão ainda negociar descontos com as universidades para liquidação integral pelo período.

Para o presidente da Unicred Porto Alegre, José Cesar Boeira, as operações de crédito estudantis são necessárias para que os alunos ingressem em uma faculdade ou possam concluir seus estudos com tranquilidade. Por isso, a “linha de crédito estudantil, que passamos a operar significa um marco no relacionamento com os estudantes, que desejam ser profissionais médicos. É em benefício de jovens como estes que “a cooperativa vem implementando projetos e ações que de alguma forma beneficiem a educação, em especial, na Região Metropolitana de nosso Estado” conclui.

Ocergs