Newsletter
Notícias

INTEGRADA: Parceria é firmada com três startups

16/04/2019

A Integrada firmou uma parceria com três startups de Londrina na área de inovação e tecnologia, selecionadas durante a 4ª edição do Hackathon Smart Agro, que terminou no último domingo (14/04), na ExpoLondrina 2019. A cooperativa foi uma das patrocinadoras do evento e também disponibilizou parte do seu time de colaboradores da área de planejamento para ajudar as startups no desenvolvimento dos seus projetos nos quase três dias de maratona.

A tarefa das 20 startups selecionadas para o evento era criar soluções tecnológicas para resolver problemas do dia a dia de empresas, cooperativas e produtores. André Galletti Junior, gerente da área de planejamento e desenvolvimento da Integrada, explica que a participação da cooperativa no Hackathon Smart Agro foi ajudar as equipes a desenvolverem junto com a mentoria trabalhos com um olhar tecnológico focado no modelo de negócio do mercado agrícola.

Além das questões técnicas, Galletti observa que também foram trabalhados junto aos times a rodada de negócios, ao qual foi validado o produto que as empresas de tecnologia estavam apresentando. “Um dos desafios colocados às equipes com a inovação é buscar o aumento de produtividade com rentabilidade para o cooperado, além de aumentar a nossa eficiência operacional principalmente no recebimento de grãos, secagem e armazenagem. Com esse olhar buscamos nas startups participantes um potencial para atender esses requisitos”, observa.

Galletti observou também que as três empresas selecionadas pela equipe têm grande potencial de ajuda no incremento de produtividade dos associados da cooperativa e também no aumento na eficiência operacional da Integrada.

A Neo Fields, uma das startups selecionadas pela cooperativa, desenvolveram uma sonda que monitora a saúde do solo, do clima e da planta ao mesmo tempo. Ricardo Sodré, um dos sócios, explica que a sonda contém 18 sensores e eles mandam informações a cada 15 minutos para os produtores. A sonda chega a cobrir 10 hectares com informações relacionadas microclima como: temperatura, umidade e luminosidade.

A tecnologia, completa Sodré, também contempla informações relacionadas ao vigor de planta, nível de clorofila, sombreamento da planta e do solo, disponibilidade de nutrientes, condução elétrica, ph do solo, entre outras informações. Ricardo salienta que o modelo de negócio da startup tem como foco estar junto da cooperativa para que ela distribua a tecnologia para os cooperados. “É fundamental essa parceria e estamos muito felizes e honrados”, conclui Sodré.

Nascida no Hackathon do ano passado, a REX 9 foi outra startup selecionada pela Integrada. Gustavo Alves Pinto e sua equipe desenvolveram uma solução na área de segurança patrimonial rural. O projeto envolve um dispositivo que pode ser instalado em portas, porteiras, galpões. Quando o dispositivo é acionado, é encaminhada uma notificação para o quem se cadastrou no sistema de monitoramento. “Uma parceria tão grande como essa vai impulsionar bastante o nosso negócio”, comemora Alves Pinto. A tecnologia poderá ser instalada em unidades de recebimento, nas indústrias, entre outros locais que necessitam de uma maior segurança.

João Barbosa e sua equipe que compõe a Dioxd, desenvolveram um sistema de tratamento de sementes de soja e milho que pode gerar um ganho médio de produtividade de até 10% por hectare. A tecnologia consiste no armazenamento de grãos em um local com alta concentração de CO2. “Descobrimos a quantidade certa e o tempo certo para dar esse ganho de produtividade”, explica Barbosa. 

Imprensa Integrada