Newsletter
Notícias

COTRANAUTA: Cooperativa completa 20 anos com muitos desafios no litoral do Paraná

03/12/2019

A Cooperativa dos Transportadores Náuticos da Ilha do Mel - Cotranauta foi fundada em 1999, na comunidade de Brasília, na Ilha do Mel, Litoral do Paraná, com o objetivo de reunir embarcações autônomas que operam na região. Foi a primeira cooperativa de transporte náutico do Paraná e a primeira de táxi náutico do Brasil, com registros na Ocepar e OCB.

Atualmente, com 68 cooperados, a Cotranauta realiza transportes de passageiros entre Pontal do Paraná e Ilha do Mel, entre as comunidades de Brasília e Encantadas, passeios pela Baía de Paranaguá e táxi náutico interno da Praia do Farol para a Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres, também na Ilha do Mel. “Nossa missão é oferecer transporte náutico de forma organizada e com segurança para nossos usuários, promover o turismo de base comunitária, na região do litoral Norte do Paraná, que possui diversas ilhas com comunidades tradicionais caiçaras, levando cada vez mais pessoas para visitar e gerando uma fonte de renda para essas comunidades”, frisou o presidente da cooperativa, Ismael dos Santos, durante visita ao Sistema Ocepar nesta segunda-feira (02/12), em Curitiba. Ele estava acompanhado pelo vice-presidente, Rodrigo Ribeiro Gonzaga, do diretor administrativo, Daniel Fonseca Lopes e da turismóloga, Camila Campestrini. O grupo foi recebido pelo presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, e pelo superintendente da Fecoopar, Nelson Costa.

Para comemorar essas duas décadas de história, no dia 3 de outubro, a cooperativa realizou uma festa de confraternização na Pousada Pôr do Sol, na Ilha do Mel, que contou com a presença da diretoria, cooperados familiares e do presidente do Sistema Ocepar. Para Ricken, a Cotranauta tem um papel fundamental no litoral paranaense. “Através dela, várias famílias conseguem seu sustento, seja como cooperado ou mesmo promovendo o turismo no litoral. Todos os anos eles transportam milhares de turistas brasileiros e muitos estrangeiros que vem conhecer as riquezas do nosso litoral, que apesar de pequeno, tem muitos atrativos, como a Ilha do Mel, Ilha das Peças, Ilha dos Currais, Ilha dos Valadares, Superagui e tantos outros destinos. Eu mesmo já fiz esses passeios por diversas vezes e vale a pena conhecer e utilizar os serviços prestados pela cooperativa. É toda uma cadeia de serviços, onde turistas consomem e ajudam no desenvolvimento de muitos empreendimentos locais”, frisou.

Segundo Ismael dos Santos, em dezembro de 2018, aconteceu uma das principais conquistas da cooperativa: “foi autorizado pela prefeitura de Pontal do Paraná, a abertura de um guichê de atendimento no terminal de embarque de Pontal do Sul com intuito de organizar e fazer o recolhimento das taxas de embarque pelo táxis náuticos que fazem a travessia para Ilha do Mel, assim surgiu nossa primeira filial", conta. Para o presidente, agora o objetivo é expandir com a abertura de mais uma filial no município de Guaraqueçaba, e um guichê de atendimento em Paranaguá, para garantir que o transporte náutico seja cada vez mais organizado na região. “Estamos há 20 anos no mercado de trabalho, como uma cooperativa consolidada, prestando serviços de qualidade e sempre com segurança para os passageiros, com embarcações que vão de cinco até 90 passageiros”. Ismael deixa um convite para todos os cooperativistas do Paraná: “venham conhecer as riquezas do nosso litoral, onde temos um povo hospitaleiro e com muitas tradições o ano todo. E quando vier, utilize os serviços da Cotranauta”.

Ismael destaca que os moradores e comerciantes da Ilha do Mel reclamam pela melhoria da infraestrutura dos trapiches de desembarque, tanto em Brasília como em Encantadas. “É preciso que o poder público olhe com mais carinho para essas nossas belezas naturais, afinal, turismo é uma fonte de divisas para nosso estado e as condições atuais não são ideias para desembarque com segurança dos turistas. Nós estamos fazendo nossa parte, mas precisamos de um maior apoio por parte dos poderes municipais e estaduais em relação aos trapiches”, destacou.

Para a turismóloga e assessora da Cotranauta, Camila Campestrini, a cooperativa oferece um importante diferencial de transporte aos turistas. Com barcos menores, chamadas voadeiras, o turista pode chegar aos pontos principais de forma mais rápida e segura. “Ele tem a opção dos barcos grandes e das lanchas, assim pode aproveitar mais o seu dia de lazer. Também destaco que a cooperativa procura desenvolver o turismo de base comunitária que é nas ilhas. Muitos dos moradores vivem da pesca e a inserção deste turismo promovido pela cooperativa, auxilia na subsistência dessas pequenas comunidades caiçaras”. Camila também deixa um convite para os amantes da natureza, para realizarem com a cooperativa um dos passeios inesquecíveis do litoral paranaense que é o da Baia dos Golfinhos. “Lá podem ser avistados dezenas de botos ou golfinhos que fazem seus malabarismos para muitas fotos dos turistas”.

Terminal de embarque e guichê Táxi Náutico – Nova Brasília e Pontal do Paraná da Cooperativa dos Transportadores Náuticos e Autônomos da Ilha do Mel. Fone (41) 99139-8094, pelo Instagram @taxi náutico ilha do mel ou e-mail: cotranautapontaldosul@gmail.com.

Ocepar