Newsletter
Notícias

Cooperativa do Piauí recebe apoio do PNUD

16/01/2020

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) disponibilizou R$ 600 mil para apoiar projetos inovadores no Piauí. A Cooperativa de Artesanato do Poty Velho (Cooperart – Poty Velho) foi uma das contempladas e recebeu R$ 100 mil para incremento dos trabalhos e fortalecimento da instituição, que comercializa seus produtos na zona Norte da capital Teresina. 

A presidente Antônia Lisboa da Silva Santos, comemora a vinda do recurso e destaca a importância para o desenvolvimento da cooperativa, composta por 39 mulheres. Recém registrada no Sistema OCB/PI, a Cooperart – Poty Velho está elaborando projetos para capacitar as artesãs.

“Foi maravilhoso para o grupo. Chegou numa hora muito boa pra gente melhorar nossas condições de trabalho e, também, dar visibilidade aos nossos produtos. Vamos investir em cursos e, assim, melhorar a nossa produção. Vamos também fazer uma reforma na sala onde confeccionamos as peças”, disse Antônia Lisboa.

Também está nos planos das cooperadas a compra de computadores para informatizar a cooperativa. Atualmente, as artesãs trabalham na confecção de peças em cerâmica como vasos, bijuterias, peças para decoração, entre outros, atendendo encomendas do Rio de Janeiro.

ACORDO DE COOPERAÇÃO

A iniciativa de financiamento dos projetos é fruto do acordo de cooperação firmado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento (Seplan), para que o PNUD transfira tecnologia de gerenciamento e execução de projetos capazes de promover o desenvolvimento nos territórios.

Com a presença do governador Wellington Dias, do representante do PNUD no Piauí, Maurilo Oliveira, e de diversas organizações da sociedade civil e do setor privado, o PNUD fez a entrega simbólica dos cheques para os seis projetos selecionados no Piauí, no auditório da Seplan, em dezembro.

ODS

O projeto ODS Piauí, que é executado por meio do PNUD, da Seplan e de empresas privadas, está em execução desde 2016. Durante os primeiros anos, o foco da atuação foi em construir diagnósticos do Piauí e dos municípios do Território do Itaim, identificando os principais desafios para o alcance do ODS. Foram identificadas iniciativas que podem contribuir com o combate à pobreza extrema, a geração de energia renovável, o fortalecimento do protagonismo das mulheres e iniciativas de produção de alimentos saudáveis.

Estes estudos ajudaram a formatar os critérios de seleção do Innovations Challenger, que abriu edital de seleção de projetos no mês de novembro. Esta seleção contemplou apenas os Estados do Piauí e Amazonas. Todos os recursos para os prêmios foram disponibilizados pelo PNUD e objetivam fortalecer as instituições vencedoras e apoiar a estruturação da Comissão Estadual dos ODS. 

Sistema OCB/PI