Imprimir
Cooperativas de Trabalho

Olá, como vai?


Estou muito otimista e gostaria de dividir com você os últimos acontecimentos!


Esta semana o Dr. Maud, que é Presidente da UNIODONTO Paulistana, convidou o Daniel, que é o Presidente do SINCOTRASP, para realizar um acordo de Intercooperação.  Por meio deste acordo será feito um valor diferenciado para as Cooperativas de Trabalho filiadas ao SINCOTRASP. Isso vai ser muito bom, pois os Cooperados serão os beneficiados com um valor muito melhor que o do mercado.


Ultimamente tenho me dedicado integralmente ao Sindicato dos trabalhadores cooperados e tenho ficado surpresa com a quantidade de trabalhadores que estão em busca de uma recolocação no mercado de trabalho.  A situação de miséria em que essas pessoas se encontram tem me comovido muito. Tem dia que passam por aqui mais de cem pessoas, de todos os níveis culturais e sociais, e atendo a todas elas pessoalmente.


Para algumas eu consigo uma recolocação numa cooperativa, porém ainda não foram todas as cooperativas que me mandaram as vagas. Por isso lhe peço que me mande vagas disponíveis para que eu possa encaminhar as pessoas.  O endereço de e-mail para o envio de vagas é vagas trabalhador@sintracesp.org.br


Bom, como nem tudo são flores, veja os espinhos abaixo! Leia até o fim, pois tem muito haver com a realidade do Cooperativismo!


Esta semana eu fiquei muito triste. Atendi a uma Senhora que era Cooperada e prestava serviços na linha de produção de uma fábrica.  Ela já tinha mais de sessenta anos, porém é muito ativa.


Sua alegria de vida e seu otimismo chegam a ser contagiante. Ela começou a me contar que foi um fiscal do trabalho até o Cliente que ela prestava serviço e disse que ela estava em situação "ILEGAL" e que ele não poderia ser cooperado. No entanto, ela insistiu e disse que se fosse pela CLT não ganharia nem R$ 450,00 líquido, sendo que como Cooperada ela ganhava R$ 800,00 líquidos, que, além disso, ainda tinha um convênio médico, odontológico, seguro de vida em grupo, explicou que, via cooperativa, o seu INSS era recolhido e se aposentaria futuramente como qualquer outro trabalhador, e ainda acrescentou que se eu ficasse doente também receberia seu seguro de incapacidade temporária, além do INSS. Enfim, pela Cooperativa ela tinha muitos beneficios a mais e que o principal era um trabalho digno, justo e honesto.


Ela ficou indignada quando ouviu o Fiscal do Trabalho dizer que ela era ilegal, pois ela é uma cidadã de bem, não tem ficha criminal e paga seus impostos, aliás, nós já pagamos impostos quando acendemos a luz de casa às cinco horas da manhã para trabalhar.


Eu me pergunto: o que é ser LEGAL? É ser obrigado a ser CLT o resto da vida e não ter o Direito de escolher de que forma queremos trabalhar!


Até quando vamos agüentar essa humilhação a que o somos submetidos todos os dias?


Hoje eu vou ao Ministério do trabalho e quero que me mostrem onde está escrito na Lei que o Cidadão Brasileiro não tem o DIREITO de prestar serviço como cooperado.


O governo devia colocar o joelho todos os dias no chão e agradecer a Deus que o Cooperativismo existe, pois graças ao Cooperativismo milhares de chefes de família levam o sustendo digno para suas famílias.


Vi algumas frases do Presidente Lula e fiquei espantada, pois acho que não estamos falando do mesmo cooperativismo!


Vejam:


"O Cooperativismo é uma alavanca na conquista de um desenvolvimento mais equilibrado para o Brasil"

"o que o Brasil mais precisa é de uma economia eficiente a favor do ser humano"

"o cooperativismo já provou na prática a sua relevância social e eficiência produtiva"


Você sabe por que o Cooperativismo de trabalho é tão combatido? É porque ele tira o intermediador, que é quem ganha dinheiro em cima do trabalhador!


Quando montamos o Sindicato dos Trabalhadores Cooperados, eu fui procurar um presidente de um Sindicato aqui de São Paulo, para saber por que ele odiava tanto a cooperativa e se ele tinha legitimidade para proibir dos trabalhadores Cooperados de se unirem e montarem um Sindicato para defender os seus interesses frente ao MPT e MTE.  Ele me disse: "eu não quero e ponto!", ai eu disse a ele: "se o Sr. é dirigente Sindical, deveria ver o lado do trabalhador, veja o exemplo do meu Pai, ele estudou apenas até a quarta série primária, tem mais de sessenta anos e é cooperado trabalhando na limpeza e ganha mais de R$ 800,00 líquido no fim do mês, enquanto o rapaz que trabalha no condomínio onde moro faz a mesma tarefa e ganha pouco mais de R$ 400,00. Como o Sr. me explica isso?" Ele deu uma grande porrada na mesa e disse: "veja só, seu Pai é até analfabeto!", então eu disse a ele: "não, não é. Ele tem muito mais cultura do que muita gente que cursou até a faculdade!".  Bom, o resto da conversa vocês devem imaginar, mas quem tem força de vontade, vai longe!


A cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, está se tornando um exemplo para todos. Lá as cooperativas estão se multiplicando e ganhando incentivos da prefeitura. Isso sim é um avanço para o cooperativismo.  Em Canoas pelo menos 750 pessoas recebem apoio da prefeitura para trabalharem em forma de cooperativas. Todos recebem orientações sobre o que é uma cooperativa e recebem dicas de como comercializar o que produzem. Ainda em Canoas, existe a Cooperativa dos Trabalhadores Metalúrgicos de Canoas (CTMC), é um exemplo de como a união de pessoas em cooperativas enfrentam as dificuldades que possam surgir. Oito anos depois de fundada, a CTMC quadruplicou o número de trabalhadores, superando os 450 associados. De 2001 até agora as conquistas foram muitas e o passar do tempo só a fortaleceu. Hoje a cooperativa tem uma filial e recebe encomendas do mundo todo.


Isso é um exemplo de como o cooperativismo será forte, com união de todos em prol das pessoas e não do lucro. Se em Canoas funcionou, por que no restante do país não funcionaria?


O sistema cooperativista é um exemplo de como driblar o desemprego e gerar oportunidade de trabalho e renda para todos, sem nenhuma discriminação.


Com a união de pessoas honestas e uma visão diferente por parte do poder público, o cooperativismo crescerá mais em nosso país.  Isso dependerá da atuação de cada um em prol das cooperativas. Meu desejo é que cada dia mais as cooperativas sejam mais respeitadas e se fortaleçam cada vez mais.


Conto com sua participação:


Filie sua cooperativa no:


SINCOTRASP - Sindicato das Cooperativas de Trabalho no Estado de São Paulo - (11) 5533-2007

www.sincotrasp.org.br


Indique o SINTRACESP aos Cooperados:

SINTRACESP - Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas de Trabalho do Estado de São Paulo - (11) 3256-6009

www.sintracesp.org.br


Indique a ANACCOOP aos Tomadores de Serviços:

ANACCOOP - Associação Nacional dos Contratantes de Cooperativas - (11) 5533-2001

www.anaccoop.org.br


Beijos


Sandra Campos

 
Sincontrasp fecha parceria com a Uniodonto
O Sindicato das Cooperativas de Trabalho do Estado de São Paulo firma parceria com a Uniodonto São Paulo

ver mais
Cooperativas se multiplicam e ganham incentivos em Canoas
Município tem grupos de artesanato e de alimentação e até uma indústria

ver mais
Cooperativa de Sorocaba limpa terrenos
Desde 2008, através de um convênio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Parcerias (Separ), com a Fundação "Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel" (Funap), integrantes da Coopereso - Cooperativa de Egres...

ver mais
Sistema Ocemg-Sescoop/MG quer disseminar voluntariado empresarial
Reunião servirá para orientar cooperativas sobre as atividades do Dia de Cooperar (Dia C)

ver mais
Camda é destaque entre as 400 maiores empresas do Brasil
Apesar da crise que surpreendeu o mundo no terceiro quadrimestre do ano passado e que provocou sérios problemas no setor do agronegócio, mais uma vez a Camda surgiu como destaque entre as 400 maiores ...

ver mais